Uma história que atravessa os séculos, paisagens de encher os olhos, experiência única para lembrar pelo resto da vida. São muitos os motivos que fazem da trilha inca um dos passeios mais cobiçados por turistas aventureiros que desejam conhecer o Peru e a América do Sul em geral.

Se você está pensando em incluir a trilha inca na sua viagem para o Peru, continue a leitura para saber mais sobre essa maravilha criada por uma das culturas mais instigantes e avançadas que já habitou o nosso planeta. 

 

História da trilha inca

Estima-se que a trilha inca tenha sido construída em algum ponto entre os séculos XIII e XV, quando os incas dominaram boa parte dos territórios que hoje pertencem ao Peru, Chile, Equador, Argentina e Bolívia.

A trilha em questão é o trecho mais popular de uma complexa rede de estradas construída para facilitar o deslocamento entre essas regiões. 

Ela liga a região de Custo até Machu Picchu em um trajeto de cerca 40 quilômetros, que é justamente o caminho percorrido hoje por turistas apaixonados pelo Peru e pela cultura inca.

 

Paisagens incríveis

trilha-inca

Construída estrategicamente em meio à floresta para dificultar o acesso a Machu Picchu e, com isso, proteger a cidade de invasores, a trilha inca é um cartão-postal por si só, por mais que a cidadela seja a paisagem mais famosa mundialmente.

Quem faz o trajeto é presenteado com um festival de cenários naturais e históricos. Prepare-se para apreciar matas fechadas, montanhas entre as nuvens, paredões de rochas, rios gelados, alpacas, lhamas, lagartos, pequenos roedores e, se tiver sorte, até um condor em pleno voo.

Entre os monumentos, os destaques ficam para as ruínas de Llactapata e as de Sayacmarca, o vale de Pacaymayo e o Intipunku (Porta do Sol), que oferece uma bela vista panorâmica de Machu Picchu.

 

Experiência única

Ter a oportunidade de refazer o mesmo caminho traçado pelos incas séculos atrás, aprender sobre suas criações engenhosas e inteligentes, compartilhar esse momento com gente de todo mundo e reconhecer a importância desse povo para a história das civilizações é algo para se levar para a vida toda.  

Claro, há ainda a satisfação pessoal de superar os próprios limites nessa experiência de trekking e receber a recompensa final que é a chegada a Machu Picchu.

 

Possibilidades para todos

Os 40 quilômetros da trilha inca podem parecer uma grande aventura para algumas pessoas, mas bem desafiadoras para outras. Sem problemas. É possível viver a experiência do caminho dos incas nos dois casos. 

Quem quer a aventura do caminho completo pode optar por fazer a trilha inca tradicional ou clássica, que leva quatro dias (três de caminhada e um em Machu Picchu). 

Já quem prefere algo menos intenso, a opção é a trilha inca curta. Ela leva apenas dois dias (um de caminhada e um em Machu Picchu).

 

Que tal já se organizar e definir como você vai fazer a trilha inca? Conheça melhor as diferenças e vantagens da trilha tradicional e da trilha curta. 

img post

matéria Por Machu Picchu Brasil

Unindo experiência, vivência e paixão por viagens, a Machu Picchu Brasil surgiu com o objetivo de trazer algo diferente para o turismo brasileiro. É por isso que nos especializamos em um só destino e trabalhamos com muita atenção na personalização de roteiros e divulgação de materiais interessantes. Aqui, a sua experiência positiva é a nossa maior recompensa!

posts relacionados veja todos

posts relacionados
veja todos

Newsletter

Assine a nossa newsletter gratuitamente e receba conteúdos exclusivos em sua caixa de entrada. Curiosidades, promoções especiais, dicas de viagens... vai perder essa oportunidade? Preencha os campos abaixo e fique por dentro da cultura

peruana com a gente!