Trilha inca no Peru: 5 dicas para aproveitar ao máximo

Tempo de leitura: 5 minutos

Com mais de 40 km de extensão, a trilha inca peruana é uma das atrações mais procuradas pelos turistas.

Afinal de contas, ela representa uma aventura repleta de desafios e muita história interessante, o que inclui templos religiosos e sítios arqueológicos incríveis. Além disso, também simboliza uma experiência que aproxima as pessoas da cultura peruana de maneira ainda mais intensa.

Porém, é necessário ter em mente que essa jornada dura cerca de quatro dias. Então é preciso muita preparação para que tudo saia como o esperado e você possa aproveitar ao máximo as maravilhas ao seu redor.

Pensando nisso, a Machu Picchu Brasil preparou um mini-guia sobre a trilha inca com algumas dicas que podem te ajudar nesse momento. Vamos conferir?

Planejamento é a palavra-chave para uma trilha inca!

Já imaginou esperar tanto tempo por uma viagem e quando o dia finalmente chega, você ser surpreendido com vários imprevistos? Seria um pesadelo, né? Então o melhor a fazer é se preparar e planejar o seu roteiro com muita atenção, principalmente quando tratamos da trilha inca. Além de ser bastante desafiador do ponto de vista físico, também pode ser necessário disputar uma vaga com outras pessoas. É por isso que nossa primeira dica é:

Reserve o seu ingresso com antecedência

O sítio arqueológico de Machu Picchu é extremamente popular. Para preservar o caminho histórico e proporcionar uma experiência mais completa aos turistas, o Governo do Peru limita o número de pessoas que podem realizar a trilha inca.

Somente 500 indivíduos, incluindo guias e carregadores, são autorizados a passar pelo caminho por dia. Também é preciso ter uma licença para visitação. Por isso, é recomendado que esse passeio seja realizado por meio de uma agência de turismo.

Assim, você garante a sua vaga, evita uma série de problemas e ainda tem o apoio de um guia por toda a trilha.

Prepare-se fisicamente

Além de estarmos tratando de um caminho repleto de montanhas íngremes, a altitude também pode dificultar essa aventura. Por isso, é importante preparar o seu corpo para esse desafio.

Fazer caminhadas regulares e subir escadas é recomendável. Assim, você se acostuma com mais facilidade às condições da trilha inca. Carregar uma mochila durante os exercícios também é interessante, afinal, você deverá se responsabilizar por seus pertences durante o trekking.

Sobre a altitude, lembre-se de não chegar ao Peru e partir pela trilha no mesmo dia. Deixe o seu corpo se acostumar com a nova altitude para evitar falta de ar ou tontura durante a caminhada.

E se você não sabe se é apto para essa atividade, não deixe de visitar um médico para ter a certeza de que não colocará a sua saúde em risco.

Não se esqueça de seus equipamentos

Como já falamos, a trilha inca dura cerca de quatro dias. E durante esse período, você deverá sobreviver somente com os equipamentos que levar com você. Então é importante fazer uma lista com aquilo que não pode faltar em sua mochila e se certificar de que não está faltando nada quando você partir nessa aventura!

Objetos de higiene pessoal, protetor solar, repelente de insetos, garrafa de água, botas confortáveis e próprias para a atividade são indispensáveis, assim como um saco de dormir e roupas quentes e frescas.

E é claro, não se esqueça de sempre carregar dinheiro e os seus documentos.

A sua trilha inca fica mais especial com a Machu Picchu Brasil

Se você está assustado, pode se acalmar! A trilha inca pode demandar muita preparação e atenção, mas existem agências que te dão todo o apoio necessário para que essa experiência seja positiva e inesquecível.

A Machu Picchu Brasil, por exemplo, é especializada no destino Peru. Assim, oferece roteiros personalizados que atende diferentes necessidades e desejos.

Possuímos quatro roteiros distintos com durações variadas e que incluem a trilha inca. São eles a Trilha Inca Tradicional Combinada, Trilha Inca Tradicional Essencial, Trilha Inca Curta Combinada e Trilha Inca Curta Essencial.

Também incluímos dois roteiros que são diferenciados. Apesar de o destino final ser Machu Picchu, a trilha Salkantay e a trilha de Lares não são consideradas trilhas incas. Mesmo assim, são muito mágicas e possuem uma beleza impressionante!

Você pode saber mais informações sobre cada uma das trilhas e roteiros em nosso site e, é claro, entrar em contato caso deseje tirar dúvidas.

E lembre-se: mais do que oferecer opções diferenciadas, também prestamos todo o auxílio para que o seu passeio seja muito agradável. Além da assistência 24 horas em português e seguro + assistência viagem que são benefícios padrão de nossos roteiros, para aqueles que incluem o trekking, disponibilizamos:

  • Equipe especializada: cozinheiros, carregadores e guia
  • Apoio e cavalo: carregadores das barracas, da alimentação e dos equipamento da trilha
  • Acampamento com barracas, mesas, cadeiras, barraca refeitório e barraca cozinha
  • Maleta de primeiros socorros com balão de oxigênio
  • Saco de dormir para as 3 noites de trilha (cortesia)
  • Bus de subida e descida a Machu Picchu (cortesia)
  • E mais!

A Machu Picchu Brasil quer que a sua experiência na trilha inca seja inesquecível! Vem com a gente nessa aventura. Também preparamos um material que pode te ajudar a preparar a sua viagem. Não deixe de conferir:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *