Cultura peruana: tradições e festas marcantes do país

Tempo de leitura: 5 minutos

A cultura peruana é extremamente diversificada e rica. Muito além dos destinos e atrações clássicas, que geralmente estão concentradas em Lima, Machu Picchu e Cuzco, o Peru é um país que borbulha cultura por meio de festivais, cultos, danças, cantos e muito mais! 

É estimado que existam mais de 3 mil festas populares por ano, que se diversificam entre carnavais, rituais, procissões e expressões de fé para santos padroeiros, para a natureza e para a liberdade. 

Hoje, contaremos quais são os festivais mais marcantes da cultura peruana, quando eles acontecem e porque você deve conhecê-los. Vamos lá? Boa leitura!

A Festa do Sol é um marco da cultura peruana 

Realizada anualmente em Cuzco, a Festa do Sol é uma homenagem ao Deus do Sol chamado Inti Raymi. Esse é um festival único e muito especial para o povo peruano, que destaca suas origens Incas e celebra o maior símbolo de adoração dessa cultura. 

Esse festival tem início no dia 24 de junho e continua por outros oito dias! No pontapé inicial das festividades, acontece um grande teatro a céu aberto, que conta com a participação de mais de mil atores. 

Além disso, também há muita música, danças, comidas e bebidas típicas, que são encontradas em três lugares ricos de cenários históricos e culturais: Qorikancha, Plaza de Armas (Auqaypata) e Sacsayhuamán, todos em Cuzco. 

É uma ótima oportunidade para vivenciar a cultura peruana de pertinho, né?

Santuranticuy e a mistura de vivências e crenças 

As origens incas são muito fortes no Peru. Mas, ao mesmo tempo, também há o culto a santos católicos, que foram trazidos ao país pelos espanhóis durante a colonização. 

O Santuranticuy é uma feira anual, que acontece no dia 24 de dezembro, véspera de Natal, no centro de Cuzco. Nessa festa, as culturas milenares dos Andes se misturam com as “novas” tradições herdadas pelos europeus. 

Ao mesmo tempo que é possível encontrar muita comida, bebida, roupas e artesanatos que conversam diretamente com a cultura inca, existem também várias imagens de santos católicos. Inclusive, o nome “Santuranticuy”, em quéchua, significa algo como “vendas de santos”. 

Entre tantas imagens religiosas, está o Niño Manuelito, ou o Menino Jesus, como conhecemos aqui no Brasil. Um dos maiores costumes desse festival é comprar roupas novas para a imagem nesta data. 

Se você está pensando em viajar para o Peru no final do ano, a Santuranticuy é uma oportunidade imperdível de presenciar a união de diferentes crenças, que se unem e ajudam a criar a tão diversificada cultura peruana! 

O São João também faz parte da cultura peruana! 

Você provavelmente conhece o São João brasileiro, né? Muito popular no nordeste do país, o São João é uma festa rica em gastronomia, danças e muita música. Mas acontece que ela também é popular no Peru

Comum em toda a Amazônia peruana, a festa de São João no Peru acontece a partir da noite do dia 23 de junho e se estende por todo o dia 24. As festividades têm início com uma missa e, depois, uma série de apresentações de dança e música acontecem

Também é servido um prato típico chamado Juane, que é feito com arroz, ovos, azeitonas e galinha caipira. O diferencial é que ele é servido com folhas de bananeiras, que representam a cabeça de São João

Caso você esteja perdido, nós te ajudamos: de acordo com as crenças, São João foi decapitado e sua cabeça foi servida em uma bandeja! 

O Senhor de Quyllurit’i leva a cultura peruana a 4.700 metros de altura

Segundo a cultura peruana, em 1780, um garoto, que foi considerado Menino Jesus, apareceu para um pastor chamado Marianito. As crenças dizem que os dois viraram grandes amigos, mas a família de Marianito começou a desconfiar do menino, porque ele possuía um grande rebanho e usava roupas estranhas para a época. 

Com a ajuda do padre local, a família do pastor tentou capturar o menino, mas não teve sucesso porque ele desapareceu. Em seu lugar, deixou pintada uma imagem de Cristo em uma rocha e, neste mesmo dia, Marianito faleceu. Neste local, no Nevado de Ausangate, há mais de 4.700 metros de altitude, foi construído um santuário chamado Senhor de Quyllurit’i.

Desde então, todos os anos entre os meses de maio e junho, milhares de pessoas fazem uma procissão até o pé do Nevado de Ausangate para adorar a imagem de Cristo que está lá. 
Embora seja uma tradição popularmente católica, essa festividade também mistura vários outros pontos da cultura peruana inca. Durante a procissão, há muita música, dança e personagens, que caminham até o topo do nevado, que está há 6.362 metros de altitude, e trazem consigo até seus povoados grandes blocos de gelo, que são chamados de “estrelas da neve”.

E aí, ficou fascinado pela cultura peruana? 

O Peru realmente é um país mágico, cheio de mistérios, tradições e festas únicas! Depois de tantas informações sobre essas festividades, você deve estar cheio de vontade de embarcar em uma aventura, né? 

Mas imagino também que você tenha dúvidas sobre qual é a mais indicada para você, já que além de todos esses festivais, o Peru ainda conta com os lugares mais clássicos que você não pode perder. 

Pensando nisso, preparamos um material que vai ajudar você a entender qual aventura peruana é a sua cara! E o melhor de tudo: ele é GRATUITO! Faça o teste agora:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *