O que é o caminho inca de Machu Picchu e como percorrê-lo?

Tempo de leitura: 6 minutos

Curte trekking e natureza? Agora imagine poder adicionar a essa aventura uma pitada de mistério, magia e cenários de tirar o fôlego a cada dia de caminhada. Pois é isso que o caminho inca de Machu Picchu proporciona aos “trilheiros”, que encaram o desafio de percorrer o trajeto original deixado pelos antigos povos da região até as famosas ruínas.

Isso mesmo! Se você sempre sonhou em conhecer o principal cartão-postal do Peru e uma das 7 maravilhas do mundo, espere para conhecer mais sobre uma das formas mais extraordinárias de se chegar lá: a pé! O caminho inca de Machu Picchu é uma experiência à parte nos roteiros pelo país e não é exagero dizer que ele é capaz de marcar sua vida para sempre.

Vamos conhecer melhor?

Um pouco da história do caminho inca de Machu Picchu

Wiñaywayna no caminho inca de Machu Picchu

O Império Inca foi o mais avançado de toda a América do Sul e o único no mundo a conseguir construir um grande domínio realmente produtivo nas altitudes. A proeza, a técnica e o conhecimento de engenharia permitiram que a civilização se expandisse por boa parte do continente, que se manteve interligada por meio das Qhapaq Ñan, como eram chamadas as trilhas incas no dialeto quéchua.

Nessa grande rede de “estradas” em meio à floresta havia um trajeto que ligava a região de Cusco até uma cidadela sagrada no alto das montanhas. Era o caminho inca de Machu Picchu, descoberto pelo homem branco apenas em 1911.

Pela localização e construção estratégica de Machu Picchu, acredita-se que esse caminho era de difícil acesso para proteger a vila de Machu Picchu e durante o percurso era preciso invocar forças e energias de Pachamama (a mãe terra) em rituais e cerimônias.

E hoje, como é o caminho inca de Machu Picchu?

caminho inca de machu picchu

Atualmente, a trilha inca é a rota mais cobiçada e desejada pelos aventureiros que querem visitar Machu Picchu a pé. Há toda uma estrutura, sinalização e pontos estratégicos para pernoitar, além da obrigação do acompanhamento de um guia credenciado.

No entanto, nada disso diminui o desafio e muito menos ofusca a originalidade do caminho inca de Machu Picchu. Pelo contrário, o trajeto ainda é selvagem e a energia presente ali é simplesmente indescritível, com cenários incríveis, ruínas milenares, natureza exuberante, surpresas inesperadas e um arrepio inexplicável a cada quilômetro superado.

Onde começa e qual a distância da trilha inca de Machu Picchu?

Trilha Inca

O trajeto clássico da trilha até Machu Picchu tem cerca de 50 km de percurso e começa em Pisacucho, mais exatamente no km 82 da estrada de ferro. No entanto, há muitos outros pontos de partida para a aventura e um dos mais utilizados é a partir do km 88 da linha férrea, em Qorihuayrachina, que soma cerca de 45 km até o parque e uma caminhada de quatro dias.

Há ainda trajetos mais curtos e rápidos, que podem ser percorridos em apenas dois dias de trekking. Eles são recomendados àqueles com roteiros de tempo mais apertado ou buscam desafios menores.

Em média, os tours costumam demandar caminhadas de sete a oito horas por dia em altitudes que ultrapassam os 4.200 metros e as pernoites são realizadas em acampamentos em pontos estratégicos.

O que se vê no caminho inca de Macchu Picchu?

 Caminho inca

As surpresas e sensações a cada passo na trilha inca são certas e não dá para prever e muito menos descrever aqui. Porém, os cenários e paisagens são únicos e surpreendentes, que vão desde matas fechadas, grandes montanhas entre as nuvens, paredões rochosos, vales verdes, rios gelados, escadarias, ruínas misteriosas e muita vida na flora e fauna locais.

É comum ver animais silvestres pelo caminho inca de Machu Picchu, como as simpáticas alpacas e lhamas, lagartos, pequenos roedores e, aos que tiverem mais sorte, é possível até avistar o voo de um condor.

Entre os principais atrativos da trilha inca, destacamos os seguintes monumentos: as ruínas de Llactapata e as de Sayacmarca, a montanha Warmiwañusca, o vale de Pacaymayo e o Inti Punku, também conhecido como Porta do Sol, já na entrada do parque.

E como fazer as trilhas incas?

Trilha Inca

Para quem pretende chegar a Machu Picchu a pé pelo caminho original dos Incas, é bom se planejar com antecedência. Afinal, a trilha é concorrida e tem uma limitação diária de 500 visitantes por dia, medida aplicada pelo governo peruano para preservar e controlar melhor o acesso ao local.

Além disso, é obrigatório o acompanhamento de um guia credenciado para realizar o trekking. Em resumo, para percorrer o caminho inca de Machu Picchu, você precisará contratar uma agência de confiança e com antecedência. Para se ter ideia, na alta temporada, as reservas podem levar até seis meses.

Como especialistas nas trilhas incas e no turismo andino, nós separamos alguns roteiros prontos que incluem o caminho inca de Machu Picchu para você embarcar na aventura sem dor de cabeça ou preocupações. Seguem as dicas:

VEJA TAMBÉM

Como chegar em Machu Picchu

Tudo sobre Machu Picchu

Quando fazer as trilhas Incas?

Com exceção do mês de fevereiro, quando o caminho inca de Machu Picchu fecha para manutenção, é possível realizar o trekking até as ruínas em qualquer período do ano.

A melhor época para fazer as trilhas incas é durante o período de seca, entre abril e novembro, já que as chuvas são mais raras e o tempo é mais firme. Por outro lado, durante a baixa temporada a procura e a frequência de turistas são menores.

O que levar para as trilhas incas?

  • Calçados confortáveis, de preferência uma bota de trekking;

  • Roupas leves para a caminhada;

  • Um bom casaco, pois costuma esfriar à noite;

  • Repelente;

  • Protetor solar;

  • Saco de dormir;

  • Máquina fotográfica.

Essas são algumas dicas sobre o caminho inca de Machu Picchu e, sem dúvidas, uma das formas mais surpreendentes e fascinantes para visitar as famosas ruínas peruanas. Vivenciar essa experiência vai muito além de trekking tradicional. É também uma verdadeira conexão com a natureza e a história de um povo milenar, místico e de conhecimentos superiores.

Curtiu? Quem você acha que toparia uma aventura dessa? Compartilhe em suas redes sociais e marque os amigos mais aventureiros. Quem sabe o caminho inca de Machu Picchu não seja a próxima trip de vocês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *