Muita história, grandiosidade e riqueza natural fazem do Lago Titicaca um dos lugares mais instigantes para se conhecer no Peru. E as Ilhas de Uros e a Ilha Taquile são duas atrações em especial que tornam a experiência no local ainda mais interessante.

Continue a leitura para saber mais sobre essas duas ilhas, que são uma atração à parte, e também sobre o Lago Titicaca.

 

Lago Titicaca: berço do povo inca 

O Lago Titicaca é o maior da América do Sul em volume de água e ocupa uma área de 8.562 km² (sendo 56% no Peru e 44% na Bolívia). É também o mais alto do mundo: ele está a 3.812 metros acima do nível do mar, entre duas cadeias de montanhas.

Mais que esses números imponentes, o Titicaca tem história. O lago da “pedra do puma” (no idioma quéchua, titi é puma e caca é pedra) é considerado o berço da civilização inca. Na narrativa inca, tudo começou quando o primeiro imperador inca, Manco Capac, chegou à Isla del Sol, uma das muitas ilhas do Titicaca. 

E são exatamente as ilhas, principalmente as Ilhas de Uros e a Ilha Taquile, um dos detalhes que ajudam a fazer do lago um dos lugares mais incríveis para se conhecer no Peru. 

 

Ilhas de Uros: as ilhas flutuantes do Lago Titicaca

As Ilhas de Uros, como o nome já indica, são um conjunto de 68 ilhas artificiais e flutuantes no Lago Titicaca. Uros diz respeito ao povo que habita as ilhas. Eles são descendentes dos Aymarás e sua origem é mais antiga que a dos Incas. 

O fascinante das Ilhas de Uros é que elas são feitas com totora, uma planta aquática. A base das ilhas é um conjunto de camadas de totora sobrepostas que precisam ser trocadas a cada 15 anos. Para que as ilhas não fiquem à deriva no lago, sua base é ancorada com cordas.

A totora também é usada como base para construir as casas, os barcos, a alimentação e o artesanato dos Uros que habitam o local.

 

Ilha Taquile: cultura e resistência

A Ilha Taquile é habitada por cerca de dois mil taquilenhos, um povo que tem na arte têxtil, representada por trajes típicos singulares e bastante coloridos, sua principal expressão cultural. 

Outro detalhe marcante da Ilha Taquile são as ruínas que datam do império inca. Importante dizer que esta foi uma das últimas regiões a se render aos colonizadores europeus.

A parte principal da ilha, que fica em uma posição elevada, é outro ponto de destaque. O trecho pode ser alcançado após uma subida de 560 degraus, mas o esforço tem uma recompensa ao final: desse ponto é possível ter uma visão privilegiada do Lago Titicaca e uma noção da sua grandiosidade.

 

Além das Ilhas de Uros e a Ilha Taquile, há muito mais atrações no segundo maior lago sul-americano. Saiba o que mais você pode fazer na sua visita ao Lago Titicaca.

img post

matéria Por Machu Picchu Brasil

Unindo experiência, vivência e paixão por viagens, a Machu Picchu Brasil surgiu com o objetivo de trazer algo diferente para o turismo brasileiro. É por isso que nos especializamos em um só destino e trabalhamos com muita atenção na personalização de roteiros e divulgação de materiais interessantes. Aqui, a sua experiência positiva é a nossa maior recompensa!

posts relacionados veja todos

posts relacionados
veja todos

Newsletter

Assine a nossa newsletter gratuitamente e receba conteúdos exclusivos em sua caixa de entrada. Curiosidades, promoções especiais, dicas de viagens... vai perder essa oportunidade? Preencha os campos abaixo e fique por dentro da cultura

peruana com a gente!